VIOLEIROS

O que é ser Violeiro ???

“…E criticam minha dupla, diz que somos mandioqueiro…mas se eu nascesse outra vez iria nascer violeiro!”
(Mandioqueiro-Carreirinho / Zé Batuta)

Posso dizer que sou um privilegiado ! Estou e convivo todos os dias com um montão dessas pessoas, os tais violeiros… e na verdade hoje resolvi refletir um pouco o que são na verdade…

Existem traços que posso dizer que são comuns aqueles que considero como violeiros :

* Não existem violeiros ateus: eles são os poetas das coisas de Deus …eles se encantam e cantam as coisas da terra, a natureza em toda a sua magnitude e expressão. Procuram, através da mensagem de suas músicas, o despertar da consciência coletiva;

* A essência de ser caipira está contida dentro deles: a complexidade e a sofisticação do simples tramita quase que de maneira inconsciente nessas pessoas, diria naturalmente… a maioria nem se dá conta disso. Peça dois, três acordes e um sucesso que eu lhe dou vários: Cuitelinho, Pingo d’água e por aí vai… ;

* Geralmente usam bigode, barba, chapéu, uns até tem cara de malvado, mas na verdade se emocionam até em filmes de golfinho e, como “boys don’t cry”, alegam excesso de luz, cisco nos olhos e outros subterfúgios… o coração mole é predominante nesta espécie;

* Estes seres gostam de estar cercados de gente e de preferência que gostem de rir, de fazer rir, de contar causos, anedotas e principalmente que apreciem suas cantorias. Digo que se houvessem violeiros lá no Afeganistão ou em Bagdá esse povo teria motivos de sobra pra parar com essa encrenca… ou pelo menos pra agendar um churrasquinho no final de semana… ;

* Suas esposas tem um ciúmes danado de suas violas, pois a maioria dos violeiros ao chegar em casa vão ter sempre junto a seus instrumentos alguns instantes de introspecção… certa vez uma violeira me contou que disse ao seu marido (o qual não era lá muito chegado às modinhas que ela fazia junto à sua viola) : “nunca me faça a pergunta: ou eu ou a viola… pois você já sabe a resposta!” …algum tempo depois vi a foto do casal tocando junto… ;

* Caso tocassem outro instrumento ao invés da Viola Caipira não seriam obviamente violeiros… e assim, não seriam tão felizes… Paulo Vanzolini escreveu ”se um dia eu chegar no céu, viola entra primeiro!”( Ora Viva São Gonçalo) para mostrar que mesmo o violeiro morrendo quer ter a certeza de que no céu a danada já vai estar lá, lhe esperando…

Diante disse tudo chego à seguinte conclusão : Deus não escolhe pessoas, músicos e os tornam violeiros… escolhe violeiros e lhes dão a música como um dom de vida!

Viva São Gonçalo!

Autor: Maestro Rui Torneze

Conheça nossos violeiros:

 

  • Nascido em São Paulo capital à 06 de março de 1963, teve sua iniciação musical formal aos 11 anos de idade ;
  • Aperfeiçou-se em violão erudito com o maestro Carmelo Crisafulli e no Conservatório Marcelo Tupinambá ;
  • Com formação universitária em Ciências Contábeis pela Universidade de São Paulo – USP – conheceu a viola caipira aos 20 anos de idade quando trabalhava como auditor pelo interior do Brasil , trocando aí seu violão pela viola caipira;
  • Foi um dos pioneiros no ensino estruturado da viola caipira por música, possuindo 4 livros didáticos publicados pela editora Irmãos Vitale;
  • Foi durante 13 anos professor de viola caipira da Universidade Livre de Música – ULM , hoje denominada Escola de Música do Estado de São Paulo – EMESP Tom Jobim ;
  • Pioneiro na elaboração e criação de arranjos específicos para orquestras de viola caipira, bem como a sua sistematização;
  • Formou nos últimos 15 anos , em projetos de parceria com a Secretaria de Estado da Cultura e por iniciativa própria ou contratado para esse fim, mais de 25 orquestras de viola caipira, a maioria no estado de São Paulo como Itapira , Monte Alegre do Sul , Socorro , Bragança Paulista , Moji Mirim , Andradina , Joanópolis, Bom Jesus dos Perdões , Piracaia , Guarulhos , Mairiporã , Atibaia , Nazareth Paulista , Tuiuti , Pedra Bela , Piracuara de São José dos Campos , além das orquestras de outros estados do sul país como as do Rio Grande do Sul ( Araricá e Sapiranga ), Paraná ( Cascavel e Londrina), Santa Catarina (cidade de Blumenau) Corumbá / MS e Uberlândia / MG onde através destas agremiações floresceram núcleos de ensino do instrumento e conseqüentemente , da cultura caipira, as quais estavam latentes e foram reavivadas neste processo .
  • Desde 12/04/2002 é Diretor Presidente do Instituto São Gonçalo de Estudos Caipiras , ONG direcionada ao estudo e difusão da cultura tradicional caipira , o qual abriga as atividades administrativas e técnicas da Orquestra Paulistana de Viola Caipira e congrega inúmeros violeiros da tradição caipira em São Paulo. Hoje , uma das funções mais nobres do Instituto é a capacitação e a inclusão de grupos situados à margem do convívio social diretamente às atividades da Orquestra , como pessoas da “melhor idade” e em breve adolescentes em situação de vulnerabilidade ( em parcerias com o setor industrial ) .Recorrem naturalmente ao Instituto São Gonçalo aprendizes do Brasil inteiro, que vem buscar junto a seus instrutores ( todos solistas da OPVC ) as bases da preservação deste patrimônio que é o toque da viola caipira.
  • Fundador e regente da Orquestra Paulistana de Viola Caipira   ( fundada em 29 de outubro de 1997 ) ; gravou em outubro de 2002 um CD e um DVD ao vivo no Theatro São Pedro , o qual ( o CD ) obteve uma indicação ao Grammy Latino no ano de 2004 e recentemente no Theatro Pedro II , em Ribeirão Preto – SP – o CD e DVD “Viola in Concert” , onde destacaram-se arranjos de peças eruditas e MPB para orquestra de violas , conquistando à viola um público de alta exigibilidade;Atualmente a discografia da OPVC conta com 5 CD’s e 2 DVD’s de qualidade internacional;
  • Hoje a OPVC concentra suas apresentações ao atendimento empresarial e corporativo principalmente do setor dos agronegócios,bem como de diversos ramos cuja boa música é também apreciada,além atendimentos a Prefeituras,feiras e eventos culturais;
  • De 01/05 a 21/05/2010 a OPVC realizou sua primeira turnê internacional , por diversas cidades de Portugal,sendo que no ano de 2011 fora lançado o CD “Viola sem Fronteiras-Portugal 2010” gravado ao vivo durante a referida turnê.
  • Professor de Viola Caipira do Festival de Música de Londrina – FML , capitaneado pela Universidade Estadual de Londrina – UEL, nos anos de 2012, 2013 , 2014 e 2016.

ÚLTIMAS NOTÍCIAS

Café & Arte em Carmo da Mata, MG. 01 de Maio de 2017.

Fotos do evento.  

Renato Teixeira e OPVC em Jundiaí!

Confira as fotos do grande show de Renato Teixeira e OPVC em Jundiaí!  

25º Maio Musical em Indaiatuba/SP

É com grande alegria que participaremos do  25º Maio Musical, em Indaiatuba/SP. Dia 12: “DO CHIQUE AO ÚRTIMO” com a
Leia +

ENDEREÇO

Rua Jorge Augusto, 606 – Vila Matilde
São Paulo – SP – Brasil

TELEFONES

tel.: (11) 2682.7780
cel.: (11) 97147.1044

E-MAIL

contato@orquestradeviola.com.br

CONTRATE
A NOSSA
ORQUESTRA!